Julho 2018

Tratamento do Conteúdo HTTP no Chrome 68

 

O HTTPS tem sido um fator de classificação no Google já há alguns anos, assim como em outros motores de busca internacionais, por exemplo o Baidu.

O HTTPS oferece vários benefícios que vão além de simplesmente tornar seguras as conexões feitas para o seu site. O HTTPS oferece várias melhorias que podem aumentar a velocidade de carregamento da página com o seu conteúdo. O Google lançou, em meados de julho de 2018, uma nova atualização para velocidade móvel em seu algoritmo, o que fez com que sites que demoram para carregar caíssem nos rankings.

 

Qual o impacto de não ter HTTPS em um website?

  • De acordo com um estudo de 2017 feito pela Ofcom, 58% dos usuários não inseririam nenhuma informação pessoal em um website que não adota o HTTPS.
  • 84% dos usuários dizem que não fariam uma compra em um website que não é seguro.
  • Você não pode oferecer conteúdo via HTTP/2 ou Google Accelerated Mobile Pages se você não tiver o HTTPS habilitado.
  • Todas as versões atuais do navegador mostrarão um símbolo de alerta no seu site se ele tiver um campo de inserção de dados.
  • O Chrome 68 classificará todas as páginas HTTP como “Não Seguras”.
  • Todos os grandes motores de busca usam o HTTPS como um fator de classificação.

Se você realmente quer que o seu site seja classificado no Google e você ainda precisa migrar para o HTTPS, esta é a última chamada. De acordo com o Mozcast, o número de páginas com HTTPS nos resultados de busca do Google aumentou de 62% no começo de setembro de 2017 para 86,5% em julho de 2018.

 

HTTPS entre Resultados de Busca de Setembro de 2017 a Julho de 2018

Resultados de HTTPS

 

HTTPS e Motores de Busca Internacionais

Validação do HTTPS como mostrado no Baidu Ziyuan

 

Motores de busca internacionais como o Baidu na China ou o Naver na Coreia também usam o HTTPS como um sinal de classificação. Na China, especificamente, o Baidu oferece uma gama de ferramentas que permite às marcas sinalizarem que o website delas é a versão oficial. Um desses elementos é validar o seu status HTTPS.

 

Embora historicamente costumasse demorar um pouco para que os rankings se estabilizassem depois de uma migração para o HTTPS, isso agora é muito mais rápido. Uma preocupação comum das marcas era que a migração para o HTTPS pudesse potencialmente interromper o tráfego. É verdade que, se tratada de maneira incorreta, uma migração para o HTTPS pode causar alguns problemas. No entanto, se tratada corretamente, não há grandes contras em migrar para o HTTPS.

 

Erros Comuns de SEO na Migração para o HTTPS

Migrar para o HTTPS exige um certo nível de consistência. Nós vimos muitos erros em implementações ao longo dos anos, mas esses são alguns dos fatores-chave para uma implementação adequada:

 

  • Certifique-se de atualizar todos os links internos do HTTP para o HTTPS
  • Garanta que o seu Sitemap.xml esteja atualizado para só levar a páginas HTTPS
  • Atualize suas tags canônicas de HTTP para HTTPS
  • Atualize suas tags Hreflang de HTTP para HTTPS
  • Redirecione HTTP para HTTPS

 

Outros Benefícios de Migrar para HTTPS

Outro benefício do HTTPS é que vários elementos que aumentam a velocidade só estão disponíveis via HTTPS.

 

O HTTP/2 é um novo protocolo que só está disponível via HTTPS. A maioria dos sites ainda opera usando o protocolo HTTP/1.1, que originalmente foi escrito para ser lido por humanos. O problema com esta metodologia é que desde que ela foi lançada, em 1997, o conteúdo da web passou de pequenos sites baseados em texto para sites grandes, interativos e ricos em multimídia. O problema com o HTTP/1.1 é que ele só permite o download de um elemento por vez, o que significa que quanto mais recursos você tiver no seu site, mais tempo ele demora para carregar.

 

HTTP/2 é a última atualização do protocolo que entrega conteúdo em código binário. Isso permite que múltiplos elementos sejam baixados simultaneamente e melhora bastante a velocidade de carregamento da página do seu website. Para ilustrar a melhora de desempenho obtida com a utilização do HTTP/2, a Akamai criou uma demo mostrando o HTTP/2 em ação:

 

Como você pode ver, com o HTTP/2 todas as imagens menores que formam a imagem maior são carregadas ao mesmo tempo, enquanto que com o HTTP/1.1 cada imagem tem que ser baixada em sequência.

 

Precisa de Ajuda com a Sua Migração para HTTPS?

As equipes de SEO e Tecnologia da Datawords estão à disposição para ajudá-lo com a sua migração para HTTPS, seja uma simples migração ou uma reestruturação complexa do site. Entre em contato conosco sobre o seu projeto e um dos membros da nossa equipe responderá à sua solicitação.